Bruxismo

Bruxismo é uma desordem funcional que se caracteriza pelo ranger ou apertar dos dentes durante o sono e em momentos de concentração mental (ex: estudo). Essa pressão pode provocar desgaste e amolecimento dos dentes. Nos casos mais graves, podem ocorrer também problemas ósseos, musculares, na gengiva e na articulação da mandíbula (ATM). Possivelmente, a disfunção está ligada a fatores genéticos, a situações de estresse, tensão, ansiedade, ou a problemas físicos de oclusão ou fechamento inadequado da boca, por exemplo. Os Sintomas mais comuns são desgaste e amolecimento dos dentes e dores de cabeça. Outros sintomas do bruxismo são dor e zumbido na região ao redor do ouvido, dor no pescoço, na mandíbula e nos músculos da face por causa do esforço realizado pelos músculos da mastigação, estalos ao abrir e fechar a boca e alterações do sono. A intensidade e a frequência das crises podem variar de uma noite para outra. O Diagnóstico na maioria das vezes é realizado pelo cirurgião dentista pois a pessoa só sabe que é portadora de bruxismo, se alguém lhe contar o que presenciou enquanto ela dormia, pois o bruxismo acontece em sono profundo. O Tratamento mais indicado para o tratamento são as placas inter-oclusais flexíveis de silicone ou as placas rígidas de acrílico, moldadas segundo o formato da arcada dentária do paciente. Elas ajudam a restringir os movimentos dos músculos mastigatórios e a reduzir o atrito que provoca o desgaste dos dentes. Medicamentos ansiolíticos são úteis para o controle dos quadros de estresse e ansiedade que podem estar associados, mas não são a causa do distúrbio que, aliás, não está suficientemente esclarecida.